Choros emudecidos para nascer um sorriso.

Foram tantas dores, decepções e mágoas… O tempo passou e aprendi que era preciso recolher os destroços e fortalecer a muralha de proteção. Algumas quedas são intermináveis. Se eu queria ter a oportunidade de construir um futuro, me segurar nas esperanças, precisava me tornar seletiva, centrada… Obstáculos foram erguidos – só as pessoas mais fortes, cheias de amor e determinadas superariam cada um deles –, tarefas lançadas.

Alguns me julgam como “metida”, “fechada demais para a vida”, e nem todos sabem o que precisei passar para conseguir crescer quando muitos tentaram me derrubar. Não podemos julgar o outro por sua forma de encarar a vida, às vezes é tudo questão de cuidado, de saber como agir. Um pouco de amor e paciência e tudo se torna mais fácil.

Vocês acreditam que todos precisam agir como vocês.

A vida pode ser simples se você perdoar… Mas nem todos aprenderam a perdoar, a se livrar da mala imensa de mágoas.

O tempo de cura é diferente de pessoa para pessoa. E as dores possuem intensidades distintas. Alguns nascem abençoados, outros lutam pela bênção.

Quem olha um sorriso não faz ideia de quantos choros foram emudecidos.

Gostou? Compartilhe!
Faah Bastos
trintona, escritora nas horas tortas, estudante de Psicologia, professora e louca por bichos!🌟
Post criado 162

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo