Eu te amo.

Eu te amo quando a hora dobra e o mundo se silencia,

Quando você me olha nua e vê muito mais que as minhas feridas —

vê um corpo repleto de marcas construídas, outras que não foram possíveis evitar;

quando me abraça por não saber o que dizer, e mesmo assim diz com toques todas as desculpas e apoios que meu coração precisa;

quando me beija o rosto durante meu sono profundo ou angustiado,

acaricia as minhas costas em sinal de calmaria, pois me deseja assim um sono digno.

Eu te amo quando você me estuda de longe sem querer interromper minhas horas de criatividade,

quando se esforça para me dar além do que preciso,

e tenta me provar que sou muito mais merecedora do que percebo;

quando me puxa pelo braço e me conta as últimas informações que adquiriu durante uma leitura silenciosa.

Eu te amo porque você respeita meu espaço,

e mesmo ciente que nem todas as minhas superfícies são seguras, se lança em cada uma de minhas profundezas.

Eu te amo a cada instante que as horas sugam a vida, mas não nos consome — nos esticamos através do tempo, mesmo não comemorando os aniversários.

[estamos além das datas]

Amo quando a chuva me aquieta e o sol machuca, e em todas as estações aqui está você;

quando a vida chama, você segura minha mão e seguimos juntos.

Eu te amo porque somos inteiros e ainda nos completamos, 

nos misturamos, 

nos encontramos um no interior do outro.

Eu te amo porque nosso amor é denso,

porque choramos e reconstruímos,

destruímos e recomeçamos…

Eu te amo porque juntos  existimos. 

Gostou? Compartilhe!
Faah Bastos
Resido na casa de Escorpião, 29 fucking anos. Eu não tenho um blog. Eu escrevo em um cafofo virtual. Selfie é uma forma de contar as rugas – eu amo! Escrevo aqui porque ficar calada nunca foi meu forte.
Post criado 231

Um comentário sobre “Eu te amo.

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo