#slide, #textos

Mantra para os dias difíceis.

30 de junho de 2018

Foto tirada com iPhone 8 Plus.

Que o dia não desabe sobre nossas cabeças nos fazendo curvá-las.

Que tenhamos horas intensas de lutas internas em busca da liberdade da alma, do recomeçar sem justificativas, sem cataclismas e cometas.

Que sejamos capazes de recompensar a alma com o sopro da bondade em nós, do amor no sussurrar das palavras.

Que sejamos um pouco menos em tudo para alcançarmos a medida sem transbordar o cálice.

Que reencontremos o caminho da honestidade – primeiro conosco, depois com o mundo –, libertando os fantasmas negros do coração, suavizando as tentações e reconstruindo abrigos antiatômicos.

Que o mundo consiga sorrir para nós enquanto choramos por não sermos ou não termos uma rota de fuga, então, sejamos a própria liberdade, sem medo de andar e tropeçar nas evidências do amor.

Que sejamos um pouco mais crianças quando se tratar do futuro – assim tão incerto, tão inquieto, mas necessário.

Que levemos, então, a vida como deveria ser – evitando os holocaustos das frustrações jamais desistindo da essência do universo: o amor.

Gostou? Compartilhe!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.