#work

Manual de Como não Enlouquecer antes dos 30!

6 de setembro de 2013

serieenlouquecer

(Cuidado! Este post será imenso!)

Minha ideia principal era fazer uma lista de 101 coisas em 1001 dias, que tive acesso ao projeto através da lista muito bem elaborada da amiga e blogueira Fernanda Rodrigues. Confesso que tracei 95 metas possíveis e necessárias, porém, quando estava organizando as imagens para elaborar o que seria este post, me questionei se realmente era isso o que eu queria. Vejam bem, eu sou péssima para honrar compromissos em um tempo determinado, previamente estabelecido, e está aí um dos pontos cruciais do projeto, sem contar que inserir práticas saudáveis, aproveitar melhor o tempo, adquirir novos conhecimentos e descobrir talentos, seriam motivos suficientes para entrar de cabeça na tal lista. Contudo, como raramente ando na mesma onda que os demais (e não que essa onda da lista seja algo ruim, muito pelo contrário, eu achei ótima!), resolvi fazer algumas modificações. A verdade é que só aproveitei a ideia de ter uma lista e a partir dela iniciar uma nova rota de vida. Vocês devem se perguntar “por que isso agora, Faah?” Eu vou explicar! Com a aproximação do meu 27 º aniversário (05 de novembro), me peguei questionando que tipo de mulher eu serei daqui três anos quando adentrar na vida de “mulher de trinta”, e todos aqueles artigos de revistas feministas passarem a ser direcionadas para mim. Pela primeira vez, eu farei parte de um público-alvo em ascensão. Por isso a lista nasceu como, digamos, um Manual de Como não enlouquecer até os 30 anos. Adotar um estado de inércia e perdurá-lo até alcançar os assustadores trinta anos, não é uma opção para mim. Resta-me apenas três anos, antes da derradeira fatalidade que não serei mais uma jovem mulher e sim uma mulher jovem (o sentido muda completamente, meus queridos) com preocupações mais desagradáveis, ou quem sabe, planejando o primeiro filho.

Os 30 anos é a idade temerosa para uma mulher, é quando finalmente todas as suas overdoses juvenis deixam de ter sentido, ou perdem uma boa parte dele. É alcançar o ponto alto da sua vida e ser independente, forte, decidida e dona de suas ideias, conjecturas, medos, anseios e vitórias. É conquistar um…

STOP!!

A quem estou enganando? As linhas anteriores parecem que foram tiradas de reportagens dessas revistas femininas que me mandam emagrecer 7kg em uma semana tomando apenas chá. Eu não quero ser uma trintona paranoica e cheia de arrependimentos dos meus vinte e poucos anos. Resolvi, então, marcar meus três últimos anos que antecedem a tão misteriosa casa dos trinta e embarcar, de vez, em um aproveitamento especial dos meus 1.095 dias restantes, fazer um balanço dos avanços, os tropeços e as conquistas ao longo do tempo. Sem contar que inseri muitos dos itens, anteriormente, da lista de 101 coisas, e aprimorei com metas totalmente alcançáveis que exigirá de mim um esforço mais contínuo. Uns dirão que é apenas mais um post em meu site, mas não! Será uma série que irá englobar crônicas, contos, poesias, e a parte mais importante de todo o processo: A LISTA!

Eu quero e preciso de metas! Estou cansada de ter dias corriqueiros, sem nada em especial, apenas dias que passam e não tenho como recuperar. É preciso encarar a verdade, estou envelhecendo! E por mais que os otimistas resolvam dizer “mas com essa carinha de 20?”, vou adiantar justificando que eu sou a filha caçula que está prestes a fazer 30 anos, compreendem? É preciso deixar de lado todas as mágoas acumuladas ao longo da minha juventude, reatar uma relação saudável com a minha mãe, porque não quero chegar um dado momento e me arrepender de ter deixado o tempo se esvair. Eu tenho planos e tenho tempo.

Mas que fique bem claro, não estou dando a entender que ao chegar os 30 anos eu irei parar de criar metas e alcançá-las, porque isso seria estúpido. Eu irei trilhar novas rotas e escalar montanhas bem mais difíceis. Contudo, precisarei trabalhar o meu presente, fortalecer as vigas das minhas construções sentimentais, e finalmente me livrar dos entulhos do passado. Assim sendo, a partir de hoje irei atualizar uma vez por mês o meu site com o andamento do meu Manual de Sobrevivência para Chegar aos 30 anos. Fazendo rapidamente uma conta, serão 39 atualizações até novembro de 2016 (será que vocês estarão ainda comigo?). São muitas atualizações, metas e trabalho a ser feito. O primeiro passo eu acabo de dar, com este post poderei me lembrar sempre que tenho um compromisso comigo, com o meu corpo, minha mente, meu coração e minha alma. É neste ponto que entra toda a relevância do meu projeto pessoal – meu manual de sobrevivência.

Eu pensei em criar regras para manter tudo organizado, e claro, evitar que eu passe a perna em mim mesma. Sabe como é, há momentos que acredito piamente na existência de outra pessoa dentro de mim, a Difran que bagunça tudo, come besteira, briga por bobagem, se estressa com os problemas alheios e perde a estribeira. E obviamente, não leva muitas coisas até o fim.

Primeira Regra: Não posso diminuir nenhum item da lista, mas posso substituir por outro com o mesmo grau de dificuldade;

Segunda Regra: Desistir da lista não é uma opção, e acaso ocorra em algum dado momento, será apenas para evidenciar que negligenciei meus próprios desejos;

Terceira Regra: Concluir as metas com paixão e dedicação. Cumprir algo por mera obrigação transforma o processo penoso, além de quebrar toda a relevância do projeto;

Quarta Regra: Não ficar muito tempo sem cumprir alguma meta ou trabalhar visando a conclusão de alguma. Ficar parada não é uma opção!

Faz-se necessário ressaltar que a lista é totalmente provisória, pode-se (e deve-se!) acrescentar novos itens ao longo do tempo, mas não olvidar da Primeira Regra!

Categoria: Beleza, Saúde e Bem-estar.

csadsc

(Vulgo “Eu quero ser uma trintona gostosa”)

1. Hidratar o meu corpo como um ato de reconhecimento, uma vez ao dia, todos os dias da semana, durante três meses;

2. Malhar em uma academia, três vezes por semana, durante seis meses.

3. Beber dois litros de água por dia, todos os dias da semana, durante três meses;

4. Fazer uma farra de guloseimas, uma única vez por mês, de preferência no último sábado do mês, durante seis meses.

5. Tomar Chá Verde uma vez por dia, todos os dias da semana, durante seis meses.

6. Comer uma fruta por dia durante seis meses;

7. Fazer as unhas uma vez por semana, durante três meses;

8. Ir ao dentista duas vezes por ano até o fim do projeto;

9. Fazer mais três tatuagens;

10. Levar meu cachorro para passear uma vez por semana, durante três meses;

11. Fazer um check-up completo;

12. Hidratar o meu cabelo duas vezes por mês, durante três meses;

13. Fazer sexo em um local público ou inusitado, porque ninguém vive sem uma boa sacanagem. Pelo menos uma vez até o fim do projeto;

14. Colocar um piercing no lábio inferior até o fim do projeto;

15. Alcançar o peso ideal que me faça sentir bem comigo mesma, não com os padrões da sociedade;

16. Substituir uma das minhas refeições pelo shake da Herbalife, durante quatro meses;

17. Comprar um jump e praticar uma hora por dia, três vezes na semana, durante três meses;

18. Mudar a cor do cabelo, pelo menos, duas vezes até o fim do projeto;

19. Hidratar os lábios todos os dias, durante três meses;

20. Fazer alguma atividade física com o meu marido, uma vez por semana, durante quatro meses (Sexo poderia ser incluído, mas seria muito fácil, gostoso demais e mais de uma vez por semana, então tenho que escolher outra “atividade física”, como dança de salão!);

21. Aprender a nadar;

22. Ir a, pelo menos, uma sessão de massagem relaxante;

23. Passar a usar o Kit Limpeza Profunda da Mary Kay, uma vez por dia, todos os dias da semana, durante quatro meses;

Categoria: Lar, Decoração e Cozinha.

bccttt

(Vulgo “Tentando ser Putamente Prendada”)

24. Decorar a minha casa para o Natal, todos os anos até o fim do projeto;

25. Fazer uma faxina completa na casa uma vez por semana até o fim do projeto;

26. Criar um espaço especial para poder escrever tranquilamente;

27. Instalar estantes novas para os meus livros;

28. Trocar alguns móveis;

29. Fazer uma Memory Jar;

30. Comprar/ganhar uma cafeteira Dolce Gusto;

31. Comprar/ganhar um bonzai e mantê-lo até o fim do projeto;

32. Aprender a fazer beiju;

33. Cozinhar para a família toda;

34. Comprar/ganhar um mensageiro do vento (Sou louca por um! O som me acalma e me transporta para um lugar distante. Preciso ter com urgência!)

35. Aprender tricô e crochê;

36. Fazer uma boneca de pano.

37. Comprar uma vitrola;

38. Comprar outro Macbook;

Categoria: Família

bvgfaa

(Vulgo “Colocar Ordem no Puteiro”)

39. Ligar uma vez por semana para a minha mãe, durante seis meses, SEM BRIGAR!

(Pode parecer um absurdo, mas desde a morte do meu pai ficou complicado conversarmos sem que ofensas escorram de uma das bocas. No entanto, acho que tal situação se prolongou até demais, precisamos deixar para trás as mágoas, ofensas ditas e sofridas e seguir em frente, almejando a felicidade e tranquilidade.)

40. Tirar uma foto especial com a minha família e montar um cartão de natal, pelo menos uma vez;

41. Enviar o cartão de natal para algumas amigas e familiares;

42. Fazer um programa família especial com a minha mãe duas vezes por ano até o fim do projeto;

43. Comprar porta-retratos e ocupá-los com fotos de diferentes períodos da minha vida e do meu marido;

44. Aprender a fazer almofadas, abusar da criatividade e ocupar um canto da sala com elas;

Categoria: Carreira

cxds

(Vulgo “Botar Pra Foder”) 

a) Jurídica:

45. Estudar duas horas por dia, todos os dias (excetuando os finais de semana), durante seis meses;

46. Terminar o meu TCC abordando a problemática do Sistema Penitenciário Brasileiro;

47. Ser a oradora da turma de Direito;

48. Passar no Exame da OAB;

49. Buscar especialização nas áreas de Ciência Política e Teoria Geral do Estado;

50. Escrever, no mínimo, dois artigos científicos e vê-los publicados no site Jus Navigandi;

b) Literária:

51.  Ganhar o prêmio de Fundo Municipal da Cultura, de Camaçari-Ba;

52. Fazer um evento de lançamento do meu livro “O Doce Veneno da Ambrósia”;

53. Participar de uma Bienal do Livro como autora;

54. Terminar de escrever “Vítimas do Acaso Malfeito da Felicidade”;

55. Palestrar sobre a Literatura nas escolas públicas ou particulares, duas vezes ou mais, durante o projeto;

56. Escrever um conto de terror ou suspense;

57. Disponibilizar um dos meus livros para download free;

c) Extras:

58. Entrar em um curso de línguas. Aprender Francês ou Italiano e reforçar o Inglês;

Categoria: Viagens e Entretenimento

cxfdtpplkj

(Vulgo “Um Pouco de Putaria para Adocicar a Vida”) 

59. Tirar o passaporte;

60. Tirar a carteira de motorista.

61. Viajar para a Argentina com o meu marido;

62. Ir ao show da banda Iron Maiden;

63. Tirar a carteira de motorista;

64. Assistir um dos treinos do lutador de MMA Junior Cigano;

65. Assistir ao vivo com o meu marido e cunhado, Rodrigo, uma das edições do UFC;

66. Gastar R$300,00 reais de uma única vez em uma livraria, em meu aniversário, de preferência. Uma vez até o fim do projeto;

67. Ir ao Starbucks e experimentar três tipos de cafés diferentes, uma vez, até o fim do projeto;

68. Passar o carnaval em Olinda com o meu marido, uma vez, até o fim do projeto;

69. Visitar o Farol da Barra, pelo menos duas vezes, até o fim do projeto;

70. Marcar/COMPARECER um café com as amigas, pelo menos uma vez ao ano, até o fim do projeto;

71. Ir a uma das edições da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP);

72. Ir a uma das edições da Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA);

73. Ir ao cinema uma vez por mês durante quatro meses;

74. Assistir um filme brasileiro por mês durante oito meses;

75. Fazer uma sessão de cinema em casa com meu marido e cunhados uma vez por mês, durante três meses;

76. Assistir um filme francês, uma vez por mês, durante seis meses;

77. Passar um dia inteiro só assistindo filme na cama, sem acessar nenhuma rede social;

78. Ver um pôr-do-sol com o meu marido;

79. Fazer três passeios com a minha sobrinha até o fim do projeto;

Categoria: Outros

vcxfd

(Vulgo “Estava Cansada para Nomear a Categoria”)

80. Aumentar a minha coleção de material do Elvis Presley, pode ser CD’s, DVD’s, Livros, etc;

81. Fazer doações de um dos meus livros, em escolas públicas, até o fim do projeto;

82. Escrever uma carta para uma amiga e enviá-la até o fim do projeto;

83. Participar de algum projeto social;

84. Terminar de ler a coleção de Alan Pauls em quatro meses;

85. Abrir uma poupança e depositar x valor uma vez por semana até o fim do projeto;

86. Incentivar o meu cunhado mais novo a ler, pelo menos, um livro de aventura, durante quatro meses;

87. Tomar um porre absurdo em comemoração a algo, duas vezes, até o fim do projeto;

88. Beber absinto, mesmo que seja apenas um gole;

89. Tirar uma foto uma vez por mês até o fim do projeto;

90. Comprar/ganhar a edição especial de Laranja Mecânica;

91. Começar uma coleção de discos de vinil;

92. Comprar/ganhar a obra completa de Machado de Assis, de preferência edições antigas com capa dura;

93. Comprar/ganhar os volumes restantes de “Em busca do tempo perdido”, de Marcel Proust;

Categoria: Site, redes sociais e outras mídias

bvdgf

(Vulgo “Organizar o Puteiro Virtual”)

 

94. Postar uma vez por semana em meu site, durante quatro meses;

95. Resenhar um livro por mês, durante seis meses;

96. Criar uma coluna semanal em meu site variando entre música, filme ou literatura;

97. Apagar a fanpage atual, criar uma nova, e transferir o máximo de seguidores;

98. Atualizar a fanpage duas vezes por semana, durante seis meses;

99. Organizar a minha estante no skoob e postar as resenhas ou comentários sobre os livros já lidos, até o fim do projeto;

100. Na última semana de cada mês fazer um balanço sobre o avanço do Manual de Sobrevivência para Chegar aos 30 anos;

Finalmente chegamos ao fim do post! Eu poderia tecer mais algumas palavras e… Ok, ok, vamos deixar para uma outra hora. Espero que tenham gostado da primeira parte, e claro, acompanhem mais uma jornada desta estranha escritora.

Abraços!

Gostou? Compartilhe!

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply Vitória Santos 8 de setembro de 2013 at 16:31

    EU AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI ESSA LISTA. EU LI NUMA EMPOLGAÇÃO DO CA-RA-LHO!!! UAAUHHAUAHUUAHAHUHAU
    Faah, puta merda!!!!! Achei cômica a diferença entre “mulher jovem” e “jovem mulher”. Eu tenho 16 anos, uma pessoa miúda ainda, mas acredito que envelhecer é uma sensação agridoce (falou quem chorou porque fez 15 anos e queria continuar nos 14). Por que, querendo ou não, acredito que envelhecer nos faz ter mais certeza do que somos, a nossa identidade, sabe? E todo aquela história de amadurecimento e tal e tal e tal…
    Não seja uma trintona paranoica, igual essas tais revistas loucas por aí. Seja uma trintona putamente gostosa. u_u
    E SIM: Estarei acompanhando a senhorita até novembro de 2016, até mais que isso. u_u E você vai arrasar, digo logo. Com o cabelo pintado, com o piercing no lábio inferior e com mais três tatuagens (e muita poesia e muitos outros livros!)
    E na parte da saúde… vi que você comentou “dança de salão” MULHER, FAÇA. É muito legal. Eu fiz. U______________U Eu arrasei de vestidinho e saltinho. u_u
    E na questão da tua carreira… eu preciso te contar. Eu quero fazer faculdade de Direito e quero me especializar também em Ciência Política (quase gritei quando li isso na tua lista). É isso que eu quero, sabe? Eu sinto que é pra mim. Eu amo tudo isso. E ainda tive muitas influências, e não posso negar que uma delas foi você. Me deseje sorte pra passar na faculdade futuramente, a mesma sorte que você terá quando passar de PRIMEIRA NA OAB u__________u
    E quem sabe nessa lista aí não apareça “Bienal em Fortaleza, pra ver a Vitorinha” UI. *-*-* E a FLIP… nossa, meu sonho conhecer!
    Eu te desejo força, sorte e que você coloque ordem nesse puteiro todo, e coloque essa putaiada pra correr!!!!!! [nem sei o que foi isso que eu falei]
    Jajá, você será uma trintona gostosa putamente prendada, com o puteiro em ordem, botando pra foder e sempre com putaria pra adocicar a vida. UHAUHAHUAUHAUHAHUAUHAUHAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAUHAUHA

    E vamos aprender a não enlouquecer nos anos que passe, com muito amor, força, dedicação, poesia e PUTARIAAAAAAAAAAAAA.
    Super Faah. <3

    • Faah Bastos
      Reply Faah Bastos 9 de setembro de 2013 at 8:57

      KKKKKKKKKKKKKK, gente!
      Quanta empolgação é essa? Animou geral aqui, ein? Sem contar que enquanto lia o seu comentário estava imaginando a sua voz exasperada! kkkkkkkkkk
      Vamos por partes! Primeiro, o post foi realmente grande, e saber que alguém leu é bem legal, sério mesmo. Agradeço. Sobre a parte de envelhecer e deixar de lado a paranoia da idade é muito complicado, é preciso ter um jogo de cintura equilibrado para não deixar nada importante passar e não se prender as partes desnecessárias. Eu estou trilhando um caminho, e por sorte tenho apoio – uma das partes de grande importância. Alguns não entenderam bem o que eu quis passar, mas a ideia não é ter uma listinha, muito pelo contrário, é administrar o meu tempo de forma saudável, equilibrada e que desperte novas paixões e talentos. Eu quero chegar aos 30 sabendo que aproveitei meus três últimos anos nesse fim de juventude – digamos! A partir dos 30, as coisas serão abaladas por muitas outras escolhas, como ser mãe, e esses três anos que me restam antes do ápice, é uma forma de aprender a organizar melhor a minha vida, porque em breve eu organizarei a vida de outra pessoa que dependerá de mim para tudo.
      Eu fico muito feliz que cursará Direito, acho bem válido, muito interessante, sem contar que a especialização em Ciências Políticas é tudo! Estou no meu último semestre, depois irei me concentrar em estudar para OAB, porque não quero ter que fazer duas vezes essa prova, vou trabalhar em meus artigos científicos (já dei início a um), e tantas outras coisas. O importante, enfatizando, é aproveitar bem o tempo e de forma saudável.
      Sobre a dança de salão, acho que é uma atividade ótima para um casal, sendo que já estamos na academia e fazemos o mesmo horário. O complicado será usar saltinho para dançar. kkkkkkkkkkkkk Nada que uma boa e velha sapatilha não resolva. kkkkkkkkk (Eu espero!)
      Eu agradeço, mais uma vez, o comentário. Obrigada mesmo. Muito sucesso em sua jornada também, e continuaremos nos vendo por aqui e em tantos outros lugares.

  • Reply Fernanda Rodrigues 8 de outubro de 2013 at 21:10

    Li a sua lista há tempos, mas todas às vezes que tentei comentar, alguém me atrapalhava. ¬¬
    Enfim, here I am!

    Adorei a explicação do porquê da lista. Acho que isso de “à beira dos trinta” deixa todo mundo meio com o pé atrás. Eu, que nunca fui de cumprir lisa alguma, tenho vencido muitas barreiras boas com a minha lista, então – desde já – lhe desejo o mesmo sucesso!

    Depois, posso dizer que me diverti com os nomes da categorias?! Muito a sua – e a minha – cara! As metas são tão bacanas. Há várias coisas em comum com a minha lista e várias outras que eu pensei: quero a minha próxima!
    (incluindo um boymagya pra fazer num lugar inusitado!)

    Enfim, espero que você alcance os seus objetivos e no que precisar, conte comigo!

    Um beijo,

    http://algumasobservacoes.blogspot.com.br/
    http://escritoshumanos.blogspot.com.br/

  • Reply Irma 17 de dezembro de 2014 at 20:43

    Adorei sua lista… confesso que não a li inteira, pois é muita coisa (assim que eu puder, eu leio tudo), mas me pareceu muito interessante. Faço o mesmo: lista com mil itens e apesar de já ter passado dos 30 ainda continuo tentando concluí-la. O que me chamou a atenção? Algumas coisas que estão na sua e que provavelmente acrescentarei à minha. Obrigadaaaaa!!!!

    • Faah Bastos
      Reply Faah Bastos 17 de dezembro de 2014 at 21:08

      Oi!
      Eu adoro fazer essas listas e ando cumprindo vários itens. No último dia de 2014 irá ao ar um post com as metas realizadas durante 2014 – estou bem empolgada.
      A idade é apenas um detalhe, Irma, o importante mesmo é o que se procura alcançar com os itens escolhidos.
      Beijos!

  • Reply Andreza 16 de abril de 2015 at 2:13

    Olá,

    Já passei dos 30 a 2 anos mas admito que antes dos 30 nunca havia pensado em colocar MESMO as coisas básicas em prática – porque tenho um impulso muito grande em começar e não terminar as coisas – um creme, uma dieta, um exercício, os dois litros de água por dia… – e confesso estar determinada – só não sei até quando rs – depois de ler o seu manual.
    Só me diga uma coisa, você tirou sua habilitação? Pois mencionou esse propósito em duas regras – 60 e 63 – acredito que a prioridade era alta rs
    Abraços!

  • Deixe uma resposta