Sobre as coisas que aprendi em 2014.

ABM_1419620430

Aproveitando o clima de despedida de mais um ano que vai para o somatório. Resolvi fazer uma pequena lista com as principais lições que aprendi nos últimos 12 meses.

  1. Não tente obrigar que outras pessoas mudem. Primeiro mude a si mesmo. Há diferenças entre convencer e obrigar. A mudança deve surgir naturalmente, como um resultado da soma de vários debates, exemplos, vivências…
  2. Vivemos em um mundo cruel – fato. Não desperdice seu tempo com pessoas insignificantes, se afastar é uma ótima escolha. Não dê ouvidos a “você deveria ser mais compreensiva” ou “cuidado com o karma, você não sabe o dia de amanhã”. Você não é obrigado a conviver com pessoas que despreza, a vida é curta demais para desperdiçar bons dias com péssimas pessoas. Aprenda a escolher melhor as amizades, e mesmo que poucas – quase nenhuma – agradeça.
  3. Dedique-se ao que te faz feliz, não ao que esperam de você. Levar uma vida de mediocridade porque outros apostam que é o melhor para você, não é a escolha mais sábia.
  4. É possível amar depois do amor. Há amores. Assustar-me-ia se só amássemos uma única vez na vida.
  5. Ser saudável pode custar muito caro. Parece que tudo que tem diet ou light neste mundo é o dobro do valor. Tudo bem, não se desespere. Você pode mudar sua alimentação sem todos esses “sem adição de açúcar”.asd
  6. Acostume a não ser o centro das atenções. O mundo é imenso. Não queira sempre ser a última palavra da discursão, ou a detentora de todas as grandes ideias. A grandiosidade não se impõe, se conquista com atos pequenos, porém consistentes, verdadeiros.
  7. Sempre haverá alguém do partido contra. É a vida! Você tem a opção de i) tentar convencê-la do contrário; ii) fingir que compreende; iii) se afastar. Quanto a última opção, pense com cuidado. Só porque as demais pessoas não pensam como você não é sinônimo de todos estarem errados.
  8. Você poderá cair milhares de vezes, levantar será uma questão de escolha – como sempre.
  9. Pessoas sorrindo o tempo inteiro não está relacionado (unicamente) a vida sexual ativa. Na maioria dos casos, é apenas questão de aumento salarial.
  10. Trepar faz um bem danado. (Sim, trepar.)
  11. Ser prudente não é sinal de ser chato. Aprenda a dosar. O exagero pode lhe custar boas experiências perdidas.10363762_354944644686047_3575261819911005527_n
  12. Não eleve com frequência as veias do pescoço. Na maioria dos casos, nem vale a pena. Tente respirar fundo, sorrir cinicamente e ir embora. Nem todas as irritações resolvem os problemas.
  13. Você se baterá com pessoas puramente idiotas, invejosas e mesquinhas – para estas um belo “foda-se” resolve boa parte dos conflitos.
  14. Irão te julgar a cada palavra dita por você, e até mesmo enquanto estiver calada criarão teorias sobre sua vida esquisita e o quanto você é diferente. Acostume-se, algumas pessoas nem possuem tanta criatividade assim.
  15. Não force nada. Não queira ser diferente, se você é, acaba aí; Não exija amor, amizade, respeito ou compreensão – o fato de dar não está ligado diretamente a ideia de retribuição. Algumas pessoas não aprenderam a compartilhar ou retribuir. Aprenda a viver sem exigir do outro as mesmas atitudes e sentimentos que reinam em você.

Bônus: Siga seus instintos! Jamais deixe de se importar com o que sente ou aquela voz lá no fundo anda lhe dizendo. Sua sabedoria não está no exterior.

Será que vocês também aprenderam alguns dos itens acima? Quais?

Gostou? Compartilhe!
Faah Bastos
Resido na casa de Escorpião, 29 fucking anos. Eu não tenho um blog. Eu escrevo em um cafofo virtual. Selfie é uma forma de contar as rugas – eu amo! Escrevo aqui porque ficar calada nunca foi meu forte.
Post criado 231

10 comentários em “Sobre as coisas que aprendi em 2014.

    1. Olha, quebrei muito a cara para aprender.
      Enquanto escrevia lembrava dos momentos que contribuíram para resgatar cada uma das lições. De certa forma foi bom.

  1. Nha, como você é linda. É maravilhoso aprender cada coisa dessa ao passar dos anos. Ganhar mais maturidade com a vida. E TREPAR É MUITO BOM SIM CONCORDO.
    Adoro você, bicha!!!!

    “É possível amar depois do amor. Há amores.”

  2. Faaaaah! Tudo bem com você?

    Eu concordo com todas as frases que você disse e vou levar a maioria comigo em 2015, sério. Eu preciso parar de fazer alguma coisas e começar a praticar outras porque do jeito que tá, não tá dando muito certo, sabe? 🙁

    Beijinhos! xoxo

    1. Oi, minha ruivinha linda!!!
      Hum, fiquei até preocupada, viu? Quando quiser conversar me chame, acho que temos muito o que falar.
      Leve sim, leve o máximo de aprendizado para o próximo ano. Revolucione a si mesmo.
      Sucesso.

  3. Cara, esse teu post rende outro. Tô no trabalho e não consigo comentar como deveria.
    Sendo assim, te peço que me permita “roubartilhar” o tema lá no blog ASAP! hahaha

    Beijoca e feliz 2015!
    (eras que não apareço, eu sei. mas estamos juntas e misturadas no twitter e por aqui, mesmo que eu não consiga comentar!)

    :*

    1. Rende mesmo, né? Provavelmente haverá mais um para completar esse aqui. kkkkkkk
      Pode sim!!!! Sinta-se em casa, sem problemas. E assim que postar, me avise, quero ler, fiquei até curiosa!
      Beijos!!!

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo