#carta1: Foi bom te reencontrar.

aviso: Este texto pertence originalmente ao meu romance “As borboletas também choram”. Eu não sinto que minha casa continua vazia. Aos poucos, tenho preenchido os espaços revelados com novos conteúdos. A limpeza emocional abriu mais lugares, afastou alguns móveis, derrubou paredes, escancarou as janelas. Sinto como se a vida entrasse junto com o vento todas […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo