Eis que ela surge

tumblr_m2kn5kF6S91r3y2nqo1_500

 

 

“É noite. E nessa escuridão projetada nas esquinas, se esgueirando sem eficiência pelas calçadas, fugindo da luz amarelada dos postes, eis que ela surge. No rosto levava a expressão de um morto, um cadáver sem velório que apenas aguardava o nada, sem passagem ou paraíso. Caminhava em passos toscos, permitindo que o solado se chocasse com o chão e provocasse sons que anunciavam a sua procissão. Nos olhos, vazio; um vazio inexpressivo, sem promessas, destituído de sentimentos e valores. Um olhar moribundo. Um olhar sem amor. Nas mãos segurava uma carta, talvez do amado. Não, não. Tinha consigo uma carta de despedida, abarrotadas de linhas complexas, desculpas caligrafadas e repetitivas. Nada novo, apenas despedida. Seu corpo deveria flutuar, mas fincava um passo de cada vez, determinando que o coração lutava pelas míseras batidas que ainda lhe restava.”

Gostou? Compartilhe!
Faah Bastos
Resido na casa de Escorpião, 29 fucking anos. Eu não tenho um blog. Eu escrevo em um cafofo virtual. Selfie é uma forma de contar as rugas – eu amo! Escrevo aqui porque ficar calada nunca foi meu forte.
Post criado 228

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo